domingo, 7 de junho de 2015

{Autores Nacionais} Carolina Munhóz

Oi oi gente, 

Hoje no "Autores Nacionais" vou falar um pouquinho sobre a Fadinha:

 Carolina Munhóz




Na sexta-feira (05/06) tive a oportunidade de conhece-la pessoalmente, e gente, como a Carol é fofinha...

Aconteceu em Campinas - SP o evento de lançamento do seu mais novo livro, que faz parte da trilogia Trindade Leprechaun, e em breve trago a resenha para vocês. 
Neste evento, que mais uma vez fui acompanhada da Karla (você sabe como ser linda e me acompanhar em tudo *-*) e conhecemos a Carolina e o Raphael Draccon. Foi uma noite completamente agradável e cheia de novidades sobre a vida de escritor dos dois. E posso dizer com toda a certeza que amei e estou ansiosa para poder revê-los, pois são completamente atenciosos com seus leitores e formam um casal mais que perfeito!

Meu primeiro contato com os livros da Fadinha foi "O Reino das Vozes que não se Calam" que ganhei de presente da Karla (ela sempre me surpreende com os livros ), e fiquei encantada com a capa, a escrita e o enredo do livro. 

A Carol tem uma forma unica de escrever, como a própria disse no evento, ela pira muito quando está escrevendo, pois, nos faz acreditar que seres mágicos existem, e isso torna a leitura bem mais agradável, nos transporta para um outro mundo completamente diferente do que estamos acostumados.

Agora, conheça um pouco dos livros que a Carolina já publicou:


A Fada 




Alguns jovens ganham presentes caros, passagens aéreas ou festas surpresa em seus aniversários de 18 anos. Melanie Aine ganhou o falecimento do pai, uma estranha tatuagem e a descoberta de que não era um ser humano. Como se tudo isso não fosse suficiente, Melanie ainda descobriu, por detrás da enevoada e mística cidade de Londres, um mundo fantástico que até poderia ignorar, se não fosse parte importante dele. Um legado que traz com ele diversas tragédias e problemas pessoais ao qual ela não espera se adaptar, mas não sabe se terá opção. A única parte recompensadora parece ser seu encontro com um homem misterioso, oriundo de uma família bruxa poderosa, cuja relação caminha em uma linha bamba e tênue que separa afeto e fúria. Um afeto que pode levá-la à transcendência e à vida eterna. Uma fúria que pode conduzi-la a morte e ao esquecimento. Dentre muitos feitiços, lutas, criaturas mágicas e eventos sobrenaturais, A Fada é uma história de descobertas e superações, sobre como o amor pode fazer várias pessoas redescobrirem a vida e a magia nela. “Uma história repleta de magia e espiritualidade. Uma candidata a seguir os passos de Alexandra Ardonetto e Cassandra Clare.” Revista Época.


O Inverno das Fadas




EXISTEM PESSOAS NORMAIS em nosso planeta. Homens e mulheres simples que nascem e morrem sem deixar uma marca muito grande ou mesmo significativa na humanidade. Mas existem outros que possuem talentos inexplicáveis. Um brilho próprio capaz de tocar gerações. Como eles conseguem ter esses dons? De onde vem a inspiração para criar trabalho maravilhosos? São cantores com vozes de anjos, artistas com mãos de criadores e escritores imortais.
Existe uma explicação para isso.
Sophia é uma Leanan Sídhe, uma fada-amante, considerada musa para humanos talentosos. Ela é capaz de seduzir e inspirar um homem a escrever um best-seller ou criar uma canção para se tornar um hit mundial. A fada dá o poder para que a pessoa se torne uma estrela, um verdadeiro ícone, ao mesmo tempo em que se aproveita da energia do escolhido para alimentar-se.
Causando loucura.


E MORTE.


Feérica




Feérica - E se uma fada se revelasse em um reality show?
Violet Lashian tem apenas um objetivo: ser famosa em seu mundo. Mas quem nunca se seduziu por esse pensamento?
Ignorada pelas fadas de uma sociedade que preza a padronização, a jovem de cabelos roxos decide abandonar seu sofrimento em busca de um lugar entre as estrelas de Hollywood.
Bastidores de reality shows. Festas badaladas. Encontros amorosos com jovens milionários. Entrevistas em rede mundial. Fama instantânea, dinheiro e poder. De repente, a feérica se vê cercada pela realidade com que sempre sonhou. Mas será que Violet é capaz de manter a pureza de sua raça mágica em um mundo corrompido pelo deslumbre material? E quais seriam as reais consequências de sua revelação para a existência oculta de seu povo?

Você descobrirá tudo isso e muito mais nos próximos capítulos deste livro.


Geração Subzero



20 autores congelados pela crítica, mas adorados pelos leitores.
A editora Record e o escritor Felipe Pena (organizador da coletânea) tem o prazer de apresentar o Geração Subzero.
Coletânea com a participação de escritores como: André Vianco, Thalita Rebouças,Eduardo Spohr, Raphael Draccon, Carolina Munhóz, Ana Cristina Rodrigues, Juva Batella, Estevão Ribeiro, Pedro Drummond, Luiz Bras, Luis Eduardo Matta, Eric Novello, Sérgio Pereira Couto, Delfin, Julio Rocha, Helena Gomes, Vera Carvalho Assumpção, Martha Angel, Janda Montenegro e Cirilo S. Lemos

Fui uma boa menina?




Nestas páginas de diário, uma adolescente fora do comum escreve sobre seus dramas e conflitos familiares ao mesmo tempo corriqueiros e excepcionais, em uma narrativa envolvente, cheia de suspense e, claro, com o toque de fantasia característico de Carolina Munhóz, que vem conquistando jovens leitores por todo o Brasil.
Fui uma boa menina?, conto de estreia da autora na editora Rocco, é um presente de Natal para todos os fãs.


O Reino das Vozes que Não se Calam



Em sua estreia na Rocco e marcando também a chegada do selo Fantástica, a escritora Carolina Munhóz, ganhadora do Prêmio Jovem Brasileiro por seu primeiro livro, A fada, apresenta O Reino das vozes que não se calam, escrito em parceria com a atriz e cantora Sophia Abrahão. Espécie de conto de fadas contemporâneo, em que um mundo mágico é palco para uma história de autoconhecimento e o poder dos sonhos, o romance conta a história de Sophie, uma garota cansada de sofrer com a indiferença das pessoas até descobrir um Reino onde seus talentos são reconhecidos. Cedo ou tarde, porém, ela terá que decidir entre a realidade e a fantasia, numa jornada repleta de descobertas e desafios.


Por um Toque de Ouro



Depois do bem-sucedido O Reino das vozes que não se calam – criado em parceria com a atriz Sophia Abrahão e desde o lançamento na lista dos mais vendidos de ficção nacional da Nielsen – a escritora Carolina Munhóz apresenta Por um toque de ouro, que abre a Trindade Leprechaun, sua primeira trilogia, inspirada nas lendas irlandesas. Ambientado na Dublin contemporânea e protagonizado por uma jovem ligada ao mundo fashion que descobre ser herdeira de uma rara linhagem de seres mágicos considerados guardiões de potes de ouro, Por um toque de ouro é um romance de fantasia urbano e contemporâneo.

Encontre a autora nas redes sociais 


Dos livros publicados pela Carolina, já li: O Reino das Vozes que não se Calam, O Inverno das Fadas e agora estou lendo Por um Toque de Ouro e estou amando o livro e torcendo para que a continuação seja tão boa quanto o primeiro.

Em breve teremos as resenhas disponíveis aqui no blog

Semana que vem, teremos mais um autor aqui no blog!


Um grande beijo
Ketilin e Clara 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário