domingo, 17 de maio de 2015

{Resenha} A Herdeira

Autora: Kiera Kass
Editora: Seguinte (Companhia das Letras)
Número de Páginas: 391
Classificação: 5/5 
Contém spoiler dos três primeiros livros



Sinopse: O que vem depois do "felizes para sempre"? Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou p coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn; a filha mais velha do casal. Criada para ser uma líder forte e independente, ela nunca quis viver um conto de fadas como o de seus pais. Por isso, antes de conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, a jovem está totalmente descrente. Mas, assim que a competição começa, a situação muda de figura, e Eadlyn percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto imaginava 


Visão Geral


No quarto livro da série (que foi lançada inicialmente como trilogia) conhecemos a historia da princesa Eadlyn, filha de America Singer e Maxon Schreave. 

Desde o primeiro momento já percebemos a diferença entre a America e Eadlyn. Enquanto America era explosiva e fazia tudo por impulso, sua filha calculava cada um de seus passos. 

Eadlyn é a primogênita de quatro filhos, nasceu apenas com sete minutos de diferença de seu irmão gêmeo Ahren e com isso herdou o trono e irá se tornar a rainha de Illéa. 
Logo no inicio do livro, percebemos o quanto a princesa foi treinada para se tornar uma rainha competente. Em decorrência disso que construiu um muro ao seu redor, pois ela se acha autossuficiente, não precisa de outras pessoas ao seu redor para conquistar aquilo que mais deseja, aquilo que foi treinada a sua vida toda, se tornar rainha. 


“Eu tentava não reclamar. Afinal, tinha consciência de que era muito sortuda. Mas havia dias, às vezes meses, em que eu sentia um enorme peso nas costas. Peso demais para qualquer pessoa suportar sozinha, na verdade.”



Eadlyn não esperava ter que passar pela Seleção, assim como seus pais. A princesa tentou  de tudo para convencer seus pais a mudarem de ideia, porém ela não conseguiu evitar que A Seleção acontecesse, mas sendo muito teimosa e calculista, a princesa já tinha planos para fazer da vida de seus pretendentes 'um inferno'.  No entanto, o que Eady não imaginava era que seus 35 pretendentes (e que pretendentes ela tinha *-*) iria mexer tanto com seu estado emocional. 

" - Não sei ao certo se acredito em destino. Mas posso dizer que às vezes aquilo que você mais deseja vai cruzar sua porta determinado a te evitar a qualquer custo. E, ainda assim, de algum jeito, você descobre que é suficiente para fazê-lo ficar." 


No decorrer do drama, a princesa começa descobrir que não é adorada por seus súditos, pois, muitos o acham, fria, calculista, mimada, egocêntrica. Característica muito diferente de seus pais. Com isso, a população começa a se voltar contra a monarquia, uma vez que, possuem o receio quanto ao governo de Eadlyn. Seus súditos não conseguem sentir segurança em sua forma de governar, já que ela é sempre distante de todos eles. 

" E apesar de sentir muito ao dizer isso, o problema do povo com a monarquia vem de uma pessoa: você. 
Não sei o motivo - talvez a sua juventude, talvez por você ser mulher, talvez por muitos motivos que nenhum de nós seja capaz de entender - mas é preocupante."



Ao contrario de muitas criticas que lemos, gostamos muito da princesa e sua forma de agir, que conquistou muito mais o nosso carinho do que sua mãe  America (ok nos julguem).
Nós a achamos mimada? Muito, mas desde o inicio a princesa deixa claro que ela não precisa de um marido para se sentir completa. Não precisa de um conto de fadas para poder governar seu país, mas acima de tudo, ela demonstra a cada gesto (muitas vezes errado) o quanto ela ama o pai, o quanto ela quer ajudar a tirar o peso de governar o país sozinho, e fará de tudo para conseguir, nem que para isso ela termine A Seleção com uma aliança no dedo.
Kiera como sempre, conseguir arrancar suspiros com esse livro e me fez desejar imensamente que o tempo passe logo para ler o ultimo livro da serie!  


"  Em todo caso, eu não podia desacelerar agora. Sabia que, por mim – e pela minha família -, eu precisava concluir A Seleção. E quando concluísse, teria um anel no dedo.”







Em homenagem a nossa princesa o leia ouvindo de hoje é uma musica da musa Beyoncé







Leia Ouvindo



Um grande beijo
Ketilin e Clara


8 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    Não li a resenha por causa dos spoiler, mas estou louca para iniciar a trilogia.
    Um beijo.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada Katrine!
    Sei que você vai amar os livros, eles são demais <3 <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Oi! Eu ainda não li A Herdeira e estou morta de vontade de ler (minha mãe tb, sim ela ama A Seleção). E vocês só me atiçaram mais.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee, quando ler A Herdeira deixe um comentário, mande e-mail, enfim compartilhe o que você achou sobre ele <3

      Excluir
  5. Já li o quarto livro e já quero o quinto. Shippando o casa Keadlyn. AMANDO demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GOD necessito muito da continuação, porque amei cada linha desse livro <3

      Excluir
  6. Excelente resenha!!! Adorei <3 :)
    Bjks!

    http://confissoesdenostres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir